VEREADOR RÊ DO SINDICATO

VEREADOR RÊ DO SINDICATO

VEREADOR RÊ DO SINDICATO

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Missão do Banco Mundial conhece projeto baiano de combate à pobreza rural

Uma equipe de especialistas do Banco Mundial (BIRD) esteve no período de 23 de outubro até hoje (01), na sede da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa da Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir), no Centro Administrativo, em Salvador, para analisar e avaliar o novo Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável (PDRS), o Bahia Produtiva. Neste período, o grupo conheceu as ações de combate à pobreza e inclusão sócioprodutiva que serão executadas pela CAR, na Bahia, para o desenvolvimento das comunidades que vivem na zona rural. Segundo a coordenação do Produzir, responsável pela implantação de projetos voltados ao meio rural em 407 municípios do estado, as negociações para o financiamento estão avançadas com avaliação positiva do BIRD para a execução das novas ações. A missão foi coordenada pela gerente do BIRD, Fátima Amazonas, e acompanhada pelo secretário estadual de Desenvolvimento e Integração Regional, Wilson Brito, pelo diretor executivo da CAR, José Vivaldo Mendonça, pelo superintendente, Dernival Oliveira Júnior, pelos coordenadores do programa Produzir, Marco Cardoso, e do Gente de Valor, César Maynart, e por técnicos e assessores da empresa. Com o objetivo de promover o desenvolvimento rural sustentável com o fortalecimento da agricultura familiar e economias familiares, baseado nos princípios da agroecologia, infraestrutura sócioprodutiva, inserção no mercado e seguranças alimentar e hídrica, a previsão é de que as ações do Bahia Produtiva sejam iniciadas no próximo ano. A atuação será em todos os Territórios de Identidade do estado, exceto na cidade de Salvador, atendendo 416 municípios, dos quais 369 têm menos de 80 mil habitantes/Km2. No total, 150 mil famílias vão ser beneficiadas nas áreas de agricultura familiar (94.215), quilombolas (12.111), indígenas (3.232), reforma agrária (20.468) e economia popular (19.974). O investimento total é de U$ 260 milhões. A missão foi composta por Boris Utria, coordenador geral de Operações do Banco, Luciano Wuerzius (Aquisições e Contratos), Stephanie Kuttner (Desenvolvimento Social/Gênero e Geração), Tânia Litieri (Operações e Gênero), Mario Castejon (Mercados), Alberto Costa (Salvaguardas e Sociais), Wilson Rocha (Água e Saneamento), Brenda Braga (Gestão e Integração de Políticas Públicas), Bernadete Lange (Recursos Naturais/Salvaguardas Ambientais/Serviços Ambientais) e Eduardo França (Gerenciamento Financeiro).

Nenhum comentário:

Postar um comentário